ESPECIARIAS – NOZ MOSCADA E PACOVÁ

NOZ MOSCADA: originária das Ilhas Molucas, na Indonésia. Atualmente muito bem adaptada nas Antilhas. Levada pelos árabes para o Ocidente e somente alguns mercadores conheciam sua origem, contribuindo para que fosse muito valiosa na Europa. Alguns países tentaram ter o monopólio, mas não tiveram êxito.

Pode ser encontrada inteira ou em pó. Como todas as especiarias é melhor quando moída na hora para que o sabor possa ser conservado melhor. Utilizada na medida certa, confere um sabor delicado aos pratos.

Usa-se em molhos brancos, à base de ovos e/ou no preparo de pães, biscoitos, bolos, bebidas, cremes, pudins, pão de mel e coquetéis.

*uma noz moscada inteira equivale a 3 colheres de chá dela moída.

PACOVÁ: origem Brasil, facilmente encontrada na Mata Atlântica. Em tupi-guarani significa folha enrolada, também é popularmente conhecida como filodendro, babosa de árvore ou babosa de pau. O aroma é um misto de gengibre com cardamomo.

Como usar: triturada ou infusão

Açúcar de pacová (dica da @neiderigo)

Soque e peneire açúcar e sementes de pacová a gosto. Use o açúcar para adoçar chás, cafés, refrescos e drinques.

ARROZ DOCE CREMOSO

2 xícaras de arroz para sushi
1 litro de leite integral
500 ml de creme de leite fresco
3 xícaras de chá de açúcar
1/2 xícara de chá de coco ralado
2 sementes de cumaru
3 bagas de pacová
4 folhas de limão kaffir
Gengibre em pó a gosto
Canela em pó a gosto

Separe os ingredientes.
Corte o cumaru ao meio. Abra as bagas do pacová e retire as sementes. Lave as folhas de limão kaffir.
Em uma panela de fundo largo coloque as especiarias e leve ao fogo para dar uma breve tostada para soltar mais sabor.
Adicione os demais ingredientes e deixe cozinhar no fogo baixo para que dê tempo de ficar bem aromatizado.
Mexa de vez em quando para não queimar.
Quando o arroz já estiver cozido e o caldo cremoso.
Polvilhe cumaru ralado e sirva quente ou frio.

Veja no instagram o modo de preparo no IGTV da @deliciando e pelo Facebook – Deliciando.com.br

 

 

MASSA FERMENTADA

É aquela que precisa de fermento biológico seco ou fresco em sua elaboração, a característica principal é o tem de fermentação, a elasticidade e a textura muito alveolada.

Algumas das preparações feitas com esse tipo de massa são:– Brioche: origem francesa, com alto teor de manteiga. Podem ter modelagens diferentes como: nanterre, mousseline, à tetê e a trança;

– Sonho: origem portuguesa. É a massa tipo brioche frito ou assado costuma ser recheado com creme de confeiteiro ou doce de leite e polvilhado com açúcar;

– Panetone: origem italiana. É uma massa enriquecida com frutas cristalizadas ou com gotas de chocolate. Usualmente servido no Natal e Ano Novo;

– Colomba pascal: variação da massa do panetone sendo cobertura com uma mistura de claras, castanhas e açúcar;

– Pandoro: típico de Verona, também conhecido como “pão dourado” pela sua cor amarelada no interior da massa;

– Baba ao rum (baba au rhum): origem eslava, porém é questionada por outros países como Ucrânia, Rússia e Polônia. Foi adaptado na França e acrescentado uvas passas umedecidas com calda ao rum por causa de Stanislas Leczinski, sogro do rei francês Luís XV.

– Savarin: uma variação do baba ao rum, porém a massa é mergulhada em outro tipo de bebida alcoólica e servida com chantilly. O nome foi uma homenagem ao gastrônomo francês Brillat-Savarin.

– Croissant: significa crescente, ou meia-lua. É uma massa semi-folhada fermentada para desenvolver maciez e alvéolos. Diferentemente da massa folhada para sobremesa que a textura é fina e crocante.– Cinnamon rolls: origem sueca. É um pãozinho no formato de caracol aromatizado com canela (cinnamon) com cobertura de fondant.

– Donuts: origem disputada entre Holanda, Dinamarca. Foi levada para o EUA através de gerações. Um bolinho frito no formato de uma boia, pode ser recheado ou não, mas não pode faltar uma boa cobertura bem açucarada. O donuts mais famoso é o com cobertura rosa que aparece no desenho dos Simpsons;

*Aqui falarei somente das massas de pães doces. Para os demais pães vou deixar para quem é especialista em pães salgados porque há muitas variações de técnicas e preparações.

Acompanhem também pelo @deliciando e pelo Facebook – Deliciando.com.br

MASSA FILO (phyllo) ou MASSA DE STRUDEL

Phyllo vem do grego que significa folha. Strudel significa rodamoinho em alemão, que reflete o fato do doce ser em forma de rocambole

Vários países reivindicam sua origem, desde os húngaros até países do Oriente Médio, como a Turquia.

Ao contrário da massa folhada, as “massas de folha” são preparadas uma folha por vez. Combinações de poucas dezenas de folhas são montadas e imediatamente levadas ao forno.

O ponto importante dessa preparação está na elaboração da massa e depois na sua abertura. Ela deve ser bem esticada à mão e fina o suficiente para ler uma carta através dela.

Essa massa pode ser frita como conhecemos no rolinho primavera ou assada como o apfelstrudel.

Algumas sobremesas mais conhecidas:

– Baklava: originário da Turquia. Um doce no formato de triângulo recheado com amêndoas, nozes, pistaches, mel e raspas de laranja. (*) Há livros que indicam que são feitas com massa folhada também.

– Apfelstrudel: uma espécie de rocambole recheado com maçãs e uvas passas.

– Borek turco: é um rolinho de massa filo que pode ser recheado com doce ou salgado.

(**) Há outras utilizações como trouxinhas ou cestinhas recheadas com cremes doces e/ou frutas que podem ser servidas como sobremesas ou doces finos.

Rolinho primavera, aqui no Brasil, também são feitos com a massa filo.

Acompanhem também pelo @deliciando e pelo Facebook – Deliciando.com.br

MASSA FOLHADA

É um clássico da confeitaria francesa, apesar ter sido inventada pelos árabes e turcos, desde o século XV. É uma massa laminada, não é fermentada e normalmente não leva açúcar. A rica quantidade de manteiga é para criar as camadas finíssimas de massa, que depois de assada fica crocante e leve.
É totalmente diferente das outras, tanto na textura quanto no modo de fazer. Ela é também mais trabalhosa e exige cuidado e delicadeza para que adquira o efeito folhado e a crocância que a caracterizam.

Tipos de folhado:

– Básico ou tradicional (pâte feuilletée): é a técnica francesa de produção. Pode ser feito com diversos tipos de gordura sólida, sendo a manteiga aquela que dá melhor sabor à massa.
– Blitz ou folhado rápido: é mais fácil de preparar, já que em lugar de fazer a sova e juntar a gordura para depois laminar, adicione-se a gordura cortada em pedaços sobre a massa inteira e em seguida faz a laminação. Não sendo necessário tempo de repouso prolongado, como no caso do folhado básico ou no invertido.
– Invertido: é mais complicado de fazer, exigindo um domínio do trabalho muito preciso. Trata-se de um folhado de sabor mais delicado. Chama-se invertido porque no seu preparo “inverte-se” a disposição da gordura e da massa. Neste caso deve respeitar rigorosamente o tempo de repouso a frio.
Italiana ou pasta sfogliata: é acrescentado vinho branco e ovos. A laminação é igual da massa básica.

O preparo tem duas etapas:
1º) Détrempe (massa para envelopar): mistura de farinha, água, manteiga e sal.
2º) Beurrage: incorpora a manteiga na massa para envelopar.

Há dois tipos de dobras: simples e duplo.

A massa folhada serve para diversas preparações, sendo neutra no sabor pode ter recheio doce ou salgado. Vejam algumas opções:
– Mil folhas: composto de camadas finas da massa folhada e recheio cremoso.
– Palmier: biscoito feito de massa folhada, em formato de caracol
– Chausson: pastel de massa folhada recheado tradicionalmente com maçãs ou amêndoas
– Vol-au-vent: massa folhada com um furo no centro, pode recheadas com doces ou salgados
– Tarte tatin: origem francesa. É a famosa torta de maçã com a massa por cima. Diz a lenda que foi um erro da confeiteira que esqueceu de colocar a massa por baixo, quando percebeu as maçãs já estavam quase cozidas, então resolveu colocar por cima.
– Jalousie: origem francesa. É uma sobremesa com formato retangular e cortes como se fosse uma persiana, na parte superior para que veja o recheio. O recheio geralmente é com frutas frescas.
-Baklava: originário da Turquia. Um doce no formato de triângulo recheado com castanhas diversas, mel e raspas de laranja.
– Banburycakes: origem inglesa. Formato de uma baguete com recheio de frutas cristalizadas, mel e especiarias.
– Cannoli: significa pequeno tubo. Origem italiana, é uma espécie de canudo de massa crocante e recheado com creme. Como há diversas adaptações, uma delas é feita com massa de pastel.

Acompanhem também pelo @deliciando e pelo Facebook – Deliciando.com.br

 

 

Evento: Lançamento do site Academia da Carne

Hoje em dia, muitas pessoas querem aprender a cozinhar e sempre estão procurando receitas na internet, não é verdade?

caixasEntão, a Friboi, pensando nisso e nos seus produtos resolveu unir o útil ao agradável e investiu no site Academia da Carne, que é bem fácil de usar, e, completa porque tem receitas com vários tipos de carnes e vídeo aulas para quem quer aprender de verdade.

Para testar a plataforma, fiz a vídeo-aula do Olivier Anquier e aprendi bastante sobre o contra filé.

embaixadores

A Ana Maria Braga, Guga Rocha e o Olivier Anquier são os embaixadores da marca e estavam no lançamento falando da participação.

palmirinhaeeu

A vovó Palmirinha e os outros chefs também estão lá na plataforma com aulas.

blogueiras

As blogueiras! 🙂 Elisa Di Venere, do O que temos hoje Elisa?, a Beta Tiossi, do Cozinha da Gertrudes, eu, a Patrícia Lopes, do Gastronomia &+ e a Fabíola Sousa, do Brie com Goiabada.

No final do evento foi aberta para perguntas e fotos com os embaixadores. O Olivier foi mega gentil em tirar a foto comigo pq eu não pude subir e ele não pode descer… então ficamos no meio do caminho…rsrsrs

oliviereeu

Fofo, né??

Enfim, acesse o site www.academiadacarne.globo.com e procure o seu curso ou sua receita e mãos na massa!

academiadacarne

Eu já fiz a picanha recheada ficou maravilhosa!!

É isso aí!

Beijos

4º Encontro de blogueiros de São Paulo e Interior – #4EBSPI – parte 2

Algumas empresas aproveitaram para fazer lançamentos de produtos no nosso encontro e foi super legal porque degustamos as novidades.

A CASTELO ALIMENTOS lançou o SUMO DE LIMÃO! O produto vem em embalagem de 500ml, o que equivale a 1,5kg de limão espremido.

E degustamos as tortinhas de limão feita com o sumo. Excelente!

castelo1A CERESER levou as Sidras Brut e Demi Sec para que pudéssemos conhecer o sabor requintado e são elaboradas com as mesmas técnicas dos espumantes franceses.

cereser

A PERFETTO SORVETES levou o novo Yogo Grego, feito com 40% de iogurte de verdade e calda de frutas vermelhas, além, claro, dos picolés de brigadeiro e beijinho. E olha que fofo o carrinho de sorvetes!

perfetto

A vodka KADOV levou o Bar Kadov e o bartender Régis Avelar que ensinou fazer no workshop alguns com frutas. Eu experimentei os três sabores e são sensacionais!!!

kadov

A QUEIJOS IPANEMA levou degustações de vários sabores.

queijos_ipanema

A WICKBOLD levou o pão integral com 100% de farinha integral. O pão é saboroso e bem macio.

wickbold

O CAFÉ IGUAÇU levou todas as opções de café e capuccino. O meu preferido é o capuccino de chocolate!

caféiguaçu

A OLIVEIRA levou uma mesa cheia de doces gostosos. A Silvia Branconnaro estava lá também, pena que a minha foto não saiu boa. 🙁

oliveira

A MAVALÉRIO levou a linha completa de produtos para conhecermos.

mavalerio

O CAFÉ CARAMELLO estava demonstrando o seu café cremoso.

cafe_caramello

A MARICOTA está demonstrando seus pães de queijo saborizados. Todos bem gostosos!

maricota1

A ECOMART estava demonstrando a máquina de extração de óleos vegetais. É super interessante porque pode fazer um óleo de castanha, por exemplo, e usar o bagaço em uma receita de bolo ou pão.

ecomart

A ULTRAPAN fez degustação da linha FRUTARIA, são sucos DETOX, ANTIOX, Integral e Premium.

frutaria

Já deu para ter uma ideia de como é delicioso participar desse evento, né?

Ao final do evento ganhamos muitos brindes para usar e degustar.

encontro_de_blogueiros_brindes

É uma delícia poder experimentar tudo isso!

 

4º Encontro de blogueiros de São Paulo e Interior – #4EBSPI – parte 1

encontro  layout

Quem me acompanha sabe que estou sempre participando de eventos, né? Tantos que não estou nem tendo tempo para escrever sobre eles, mas esse encontro é anual e muito legal de participar.

Quando juntam pessoas que gostam de comer e de falar, fotografar, escrever sobre comida o que acontece? Encontro de blogueiros… 😉

Encontro muita gente nova e reencontro pessoas fantásticas!

fabiracheleeu

Fabiola Sousa, do Brie com Goiabada, Rachel Azevedo,  do blog Nabiroskinha e eu

fabisimoeu

A Fabíola, eu e a Simony Fragoso do Mundo da Mony e organizadora do evento.

roberto_eu_vera_valdeci

Roberto Kisz, da Fres-coco, eu, a Verinha, do Verinha Arte e Sabor e o Claudinei, da Mavalério

danieeu

Eu e a Dany, da Choco Dany

Além de muita comidas preparada pelos blogueiros!

foto_mesa

foto_mesa2

foto_mesa3

foto_mesa4

foto_mesa5

foto_mesa6

foto_mesa7

E teve muita mais comidas que foram chegando durante todo o dia. Esse ano levei cuscuz marroquino.

Receita do Cuscuz Marroquino

2 xícaras de chá de cuscuz (vc encontra como Couscous no mercado, geralmente na parte de importados)

4 xícaras de água fervente

500 g de filé de frango cortado em cubinhos

2 latas de selete de legumes escorridas

1/2 maço de salsa e cebolinha picadinha

2 envelopes de temperos em pó Sinhá – sabor legumes ou frango

Modo de preparo:

Colocar o cuscuz numa vasilha e reserve. Ferver a água e misture um pacotinho do tempero em pó, mexer bem e despejar o líquido sobre o cuscuz. Deixe hidratando.

Enquanto isso, refogar o frango e os legumes com o outro pacotinho de tempero. Experimentar e acertar o tempero, caso seja necessário.

Em outra vasilha maior, misture o cuscuz já hidratado com o legumes e está pronto! Pode servir quente ou frio.

É excelente para comer com salada ou com uma carne grelhada.

couscous

Essa foi só a primeira parte do evento!

E já deixo aqui o meu agradecimento às organizadoras Sadhia Hage, do Artes da Sadhia na cozinha, Simony  Fragoso, do Mundo da Mony e Cássia Sofiati, do Raspa do Tacho.

E que venha o #5EBSPI!!

Beijos

EMPRESAS QUE MONTARAM SUAS STANDS

CAFÉS UTAM
CAFÉ IGUAÇU
PORTAO DE CAMBUI
QUEIJOS IPANEMA
MAVALÉRIO
MAGO
CASTELO
MARICOTA
SUPERMERCADO DIA
CRS BRANDS (CIDRE CERESER)
PERFETTO SORVETES
OLIVEIRA
SUCOS CAMP
WICKBOLD
QUEIJOS REGINA
FRES-COCO
ULTRAPAN FRUTARIA PREMIUM
SÓ BOLEIRAS
PRA FESTA
IZUMI
PLASVALE
JAGUAR
SAMIRA GHANNOUM
A ALPFILM
KUVINGS
ECOMART
AI9 UTILIDADES

Empresas que não estavam presentes com stands, mas enviaram os presskits.

CAFÉ PELÉ
MOCOCA
SAKURA
TRIO
BELARINA ALIMENTOS
GOMES DA COSTA
EMPÓRIO PONTO DOCE
ADRIA
NADIR FIGUEIREDO
WOW NUTRITION
HIKARI
SINHA
CARGIL

LOWCUCAR
COPRA

Casamento no bar

Olá deliciandos e deliciandas!!

Hoje, em dia, a vida moderna nos leva a fazer coisas rápidas e práticas em algumas situações.

Atendi um casal de noivos que decidiram casar em um mês porque surgiu uma viagem para outro país e eles iam para morar.

Aceitei o pedido e corri junto com eles para que saísse tudo a tempo.

Decidiram que a festa de casamento seria num bar, convidaram alguns amigos e eu lá fui montar a mesa no bar.

Seguem as fotos!

mesa

mesa1

mesa2

mesa3

mesanobar

Vai casar??

Entre em contato: andrea.janaina@deliciando.com.br ou pelo whatsapp: (11) 99724-7342

Duas opções para o Natal – Encomendas e cursos

HO HO HO…  O Natal já está aí….

E pensando nisso temos duas opções este ano:

Pode encomendar guloseimas OU  pode aprender a fazer guloseimas!

Se for encomendar, pode fazê-la até dia 10.12.2015.

tabeladenatal2015

Agora, se quiser aprender… agende o quanto antes o curso.

Não sabe como funciona?

Vou à sua casa te ensinar, levo os ingredientes e utensílios específicos para a aula.

E uma outra opção também é PRESENTEAR alguém com o curso.

cursos_natalinos_foto4

 

Feira APAS – Dauper

Já tinha visitado em 2012 a loja Biscoiteria Dauper, em Canela, e são biscoitos e cookies muito deliciosos e fofos!  Eu não sabia que aquela lojinha que parecia artesanal era uma mega empresa…rsrsrs… É legal conhecer melhor as empresas, né?

dauper3

E quando visitei o stand da empresa super cheia de cookies, biscoitos, granolas e barras recheadas, fiquei impressionada com a variedade. Experimentei os cookies sete grãos zero açúcar com com pera e outro de baunilha com chocolate da linha GranPure e são super gostosos e leves, também degustei os cookies da linha Sense: cookies de chocolate, barras com recheio de chocolate e de banana, todos muito gostosos!

dauper

Então mais um pouquinho:

“No final da década de 1980, o estudante Márcio Peres voltava de uma temporada nos Estados Unidos onde estudou inglês e trabalhou como jardineiro para se sustentar. Ao retornar para Gramado, no Rio Grande do Sul, sentiu falta dos cookies americanos e achou que poderia aprender a receita e montar uma fábrica por aqui.

Peres, que nunca tinha preparado um bolo, se arriscou, mas as primeiras tentativas não deram certo. Para aprender a receita original americana retornou aos Estados Unidos, onde estudou por mais seis meses no Instituto Americano de Panificação.

Quando voltou ao Brasil começou a testar as receitas de forma empreendedora. O sucesso dos seus cookies atraiu a atenção de executivos do McDonald’s que se tornou seu primeiro cliente. Com isso, o empresário passou a produzir dez toneladas de cookies para abastecer 50 lojas da rede e acabou abrindo a Dauper.”

Com 26 anos é líder brasileira de produção de cookies, biscoitos, granolas e barras recheadas, sendo a principal produtora de marcas próprias e fornecedora de biscoitos e mix de cereais como ingredientes para algumas das maiores indústrias de alimentos do mundo. Atualmente tem capacidade para produzir mais de 600 toneladas por mês em sua nova unidade localizada em Canela, no Rio Grande do Sul.

Além de produzir para a indústria, a Dauper tem duas marcas de varejo, a SENSE e a GranPure.

dauper2

Saber um pouco mais sobre a empresa foi muito divertido e ainda mais quando traz uma história que nós empreendedores podemos nos inspirar é muito mais interessante.

dauper1

E para nós de São Paulo não ficarmos com morrendo de vontade de comer tem um quiosque: Shopping Villa Lobos, piso G1

A outra opção é ir até Canela…rsrsrsrsrs… deve ser um sacrifício, né?…rsrsrsrs