Os papéis e a cozinha

Ao escrever para o blog, surpreendi-me pensando em papéis. Afinal de contas, desde os tempos mais remotos, o homem vem desenhando e escrevendo nas superfícies dos mais diferentes materiais.

Mas com uma receita, cujos primeiros ingredientes foram: redes de pesca, trapos e fibras vegetais cozidas, batidas e esmagadas, inventou o papel. E o mais interessante é que não precisamos de papéis para escrever na internet. Acho que quem inventou o papel teria surtado com isso! Rsrs…

Eu que tenho uma primeira formação em Secretariado e trabalhei por longos 13 anos nesta área, sempre trabalhei com papéis “formais”: atas, acordos, petições, agendas, arquivos, etc. Até que chegou o dia em que resolvi trabalhar com outros tipos de papéis.

Papéis que eu posso amassar, assar, molhar, rasgar

O papel alumínio, manteiga, de seda, de presente…

Esses não ficam armazenados numa estante pegando poeira e não irritam as pessoas, caso sejam perdidos. Não são chatos! (ok, as vezes são chatinhos, mas é muito pouco perto de um arquivo gigante para organizar).

Esses papéis fazem as pessoas relaxarem e se deliciarem com as coisas que faço. Eles servem para decorar, como as forminhas de papel que deixam os cupcakes bonitos e charmosos. E os papéis de presente e os de seda são escolhidos um a um, para que cada presenteado fique satisfeito, se emocione. E vire um novo cliente, claro! :)

Tive minhas primeiras experiências com a culinária aos nove anos, aprendendo o feijão com arroz, literalmente. Aos 12 já comandava o fogão de casa sozinha. Era eu quem ia à feira, ao supermercado, ao açougue. Fui percebendo que, a verdadeira intenção da culinária é sempre reunir a família e os amigos, nos momentos de alegria.

Quando adolescente, gostava de fazer receitas elaboradas como as de um chef e de arrumar a mesa como a de um restaurante chique. Cozinhar sempre foi uma forma de me distrair e relaxar, mesmo quando chegava cansada do trabalho.

Até que decidi, com o apoio do meu marido e filha, a dedicar-me exclusivamente aos doces que amo fazer e comer! O pão de mel que adoro, desde a época do Ensino Médio, e os cupcakes que conheci há pouco tempo. Ah, mas isso você já leu aqui.

Enfim, sempre estive e estou entre vários papéis, e hoje, concilio os de ser mãe, mulher, esposa e profissional. Uau!

E estou aqui, fazendo meu papel de blogueira 😀

Beijos a todos, até a próxima!